Live Evil

AUGUST BURNS RED, WE CAME AS ROMANS

Carioca Club - São Paulo/SP, 02 de dezembro de 2012

O ano comemorativo de duas décadas de estrada da Liberation terminou com Metalcore. E, como de costume, com bandas badaladas do cenário e bastante aguardadas por aqui. A turnê sul-americana encabeçada por August Burns Red e We Came as Romans desta vez começou por Curitiba (PR). São Paulo recebeu as três escaladas da vez no último domingo (02), antes de os grupos seguirem para Argentina, Chile, Colômbia e México, lugares onde são esperados por fãs igualmente histéricos como os brasileiros.

Coube a nacional Anchor abrir os shows. A banda paranaense de Foz do Iguaçu, formada em 2009 é a caçula das três e tem apenas um disco lançado até o momento. Mostrou personalidade, mas agitou pouco a galera já presente e esperando, obviamente, pelos shows principais.

Com uma pegada mais melódica, eletrônica e rejeitando o rótulo de Metal Cristão, o sexteto americano We Came As Romans veio na sequência. Tocando pela primeira vez no Brasil, a banda vem de uma tour embalada desde o ano passado com o lançamento de segundo disco, “Understanding What We’ve Grown To Be”. O elogiado álbum rendeu muitos shows com conterrâneos do estilo como Bring Me The Horizon, A Day To Remember e Miss May I, além da inclusão na “Van Warped Tour”, também em 2011.

Misturando sons clássicos com sintetizadores, agitaram o mosh e a pista já bastante cheia com sons de seus dois álbuns, num set até bastante curto para o ineditismo do show deles por aqui. Mesmo assim, faixas como “Just Keep Breathing”, “Broken Statues”, “A War Inside” e a música título do mais recente disco não faltaram. Algumas tocadas muito próximas da galera do gargarejo, o que aproximou ainda mais o público da banda e tornou a pista mais tumultuada e caótica.

De volta ao Brasil dois anos depois de sua passagem pelo mesmo Carioca Club em 2010, o August Burns Red fez a alegria dos fãs mais atentos. Não só os que garantiram o ‘Meet and greet’, que já virou moda também por aqui. A banda andou circulando pela cidade, inclusive em shoppings e quem os reconheceu zanzando por aí teve a sorte de ganhar a atenção dos ídolos longe dos palcos e sem ingressos inflacionados e esquemas de segurança.

Desta vez o ABR retorna mais maduro e com “Leveler” (2011), considerado o seu melhor lançamento até o momento, na bagagem. Esse álbum alavancou a carreira da banda e por conta da boa repercussão, eles são um dos mais requisitados e comentados grupos do estilo. E não por um acaso, desde a tour europeia, o set tem sido o mesmo e basicamente composto de faixas deste material.

Sem problemas em se assumir como cristã e basear as letras com mensagens sobre esse tema, em cima do palco, amigos, sinceramente tanto faz o que eles pregam. A potência sonora é tão ‘monstra’ e intensa que não é necessariamente os que eles dizem que chama a atenção. O domínio e presença do vocal Jake Lurhs é um dos destaques.

Com muitas intros incidentais e agitando sempre com o público, músicas como “Mariana’s Trench”, “Composure” e “The Eleventh Hour” levaram a galera à loucura. O público cantou todas e a banda tocou (como sempre) como se esse fosse o último show da vida. Mas se até então não foi suficiente ainda tinha Matt Greiner num solo fantástico de bateria e bastante aplaudido pela performance sempre impressionante. Sem dúvida, o cara é também outro bom destaque da banda.

Para encerrar definitivamente, o mega hit “White Washed” veio coroar a noite Metalcore e mostrar em suor, sorrisos e algumas contidas e outras explícitas lágrimas porque o estilo contagia tanto essa nova geração do Metal que aguarda outras tantas tours como essa em 2013.

 

Recomendamos Para Você

Veja Também

Close
Close