Roadie News

Blackmore, sobre se reunir com o DEEP PURPLE: “Seria apenas um único show”

O guitarrista Ritchie Blackmore disse mais uma vez que estaria disposto a tocar um show “one-off” com o DEEP PURPLE antes que a icônica banda de hard rock encerrasse atividades.

Blackmore é um dos fundadores do DEEP PURPLE, e escreveu muitos dos seus riffs mais conhecidos, incluindo Smoke On The Water, mas ele não toca com o grupo desde a sua partida definitiva em 1993.

Steve Morse assumiu efetivamente a posição de Blackmore em 1994 e desde então está no grupo há mais tempo que Ritchie.

Como parte do documentário incluído no recém-lançado CD/DVD Memories In Rock II do RAINBOW, Blackmore foi questionado sobre a possibilidade de se reunir com seus antigos colegas de banda.

“Eu gostaria de fazer um, talvez um show com o resto do DEEP PURPLE apenas para provar que não estamos todos odiando uns aos outros”, disse Ritchie. “É apenas um show para todos os fãs do DEEP PURPLE que gostaram da formação Mark II.’ Essa foi a minha ideia no começo, mas quando você está conversando com os agentes do DEEP PURPLE fica complicado, eles querem seu dinheiro para isso e aquilo, então não é como se você ligasse para seus velhos amigos e dissesse: ‘Ei, vamos apenas nos divertir e tocar’. Há muitos fãs que querem ouvi-lo. Uma vez que os gerentes, agentes e promotores se envolvem, fica tão complicado que todos ligam de volta e dizem: ‘É muito complicado’. Então, eu não me importaria de fazer um show com todos os caras das antigas, e é isso – faça isso um dia. Pelos fãs. Não é algo que eu precise fazer, mas eu não me importo de tocar só para mostrar às pessoas que nós ainda somos amigos Nós somos mais velhos, e com o falecimento de Jon [Lord, tecladista do DEEP PURPLE], você nunca sabe quem vai partir em seguida E seria apenas uma reunião amistosa. Mas como você deve saber que neste negócio, nada funciona em torno da amizade – é tudo sobre dinheiro e negócios. E, infelizmente, teríamos que lidar com pessoas que iriam ganhar dinheiro com o negócio. Isso é sempre um problema”.

Pressionado sobre seu relacionamento frequentemente volátil com o vocalista do DEEP PURPLE, Ian Gillan, Blackmore disse: “Eu gostei em um nível físico – eu gostava de brigar com ele, e ele gostava de brigar comigo. Eu jogava espaguete na cara dele e ele me socava. Isso tudo foi muito bom. Acho que devemos fazer mais um show e pegar um monte de espaguete e jogar tudo um sobre o outro.”

Ele continuou mais seriamente: “Eu acho que seria bom, do ponto de vista nostálgico, mostrar que podemos fazer isso de novo, como a banda antiga. Obviamente, Steve Morse é o guitarrista – um guitarrista fantástico – e é bom que ele esteja na banda Isso seria apenas uma única noite. Obviamente, eu não me juntaria à banda novamente, e eles não me aceitariam. Isso está fora de questão. Seria um único show, e esperançosamente seria divertido. Mas claro, conhecendo Ian e eu, nós provavelmente começaríamos a brigar.”

Blackmore sugeriu anteriormente que o empresário do DEEP PURPLE o impediu de se juntar aos seus ex-companheiros de banda no palco durante a cerimônia de posse do Rock And Roll Hall of Fame de 2016, e ele usou isso como uma desculpa para não participar do evento.

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse https://roadiecrew.com.br/roadie-shop

Recomendamos Para Você

Close