Roadie News

BRUCE DICKINSON: “O cara que criou o Napster deveria estar preso”

Enquando o Iron Maiden colhe os frutos de seu mais recente disco ao vivo, The Book of Souls: Live Chapter (2017), o vocalista da Donzela segue sua corrida pelo mundo para divulgar seu mais recente livro, a autobiografia What Does This Button Do?

Em uma recente conversa com o site alemão Comebackstage, o vocalista foi convidado a dar alguns conselhos para jovens bandas que estão iniciando sua caminhada nos dias de hoje, em um mercado da música pesada quase que completamente devastado pela pirataria digital, onde até os grandes astros da música pop sofrem para emplacar seus álbuns. Sem poupar palavras (como de costume), o vocalista britânico afirmou que “o cara que formou o Napster deveria estar preso”:

“[Novas bandas] tem um trabalho difícil, na verdade, porque o download digital… o Napster destruiu o conceito de música com algum valor, o que é terrível. Eu acho que o cara [que começou o Napster] deveria estar preso, e talvez ele tenha sido, ele merece ser “, diz Dickinson. “Foi um ato de destruição pura e egoísta e o que ele fez foi usar o entusiasmo das pessoas – porque os fãs não são culpados, eles poderiam obter toda essa ótima música de graça, por que eles não fariam isso? – Os [fãs] não perceberam que o que estavam fazendo era destruir toda uma cultura”.

Após o desabafo, o vocalista ainda continua, agora falando especificamente sobre o caminho das novas bandas:

“O lance conosco é que podemos fazer turnês e ganhar dinheiro com as performances ao vivo. Outras bandas – bandas que estão chegando e fazendo uma ótima música – eles não tem esse luxo. E é difícil ver de onde uma geração inteira de músicos virá agora. Caras que são músicos brilhantes não são pagos para fazer trabalhos incríveis … Eu acho que todo mundo precisa ser educado sobre o fato de que a música tem valor real e os músicos têm valor real; eles passaram anos trabalhando em suas artes para entreter as pessoas”.

Recomendamos Para Você

Close