Roadie News

CHILDREN OF BODOM discute a temática lírica do novo álbum, “Hexed”

O segundo trailer de Hexed, o décimo álbum dos finlandeses do CHILDREN OF BODOM, pode ser visto abaixo. No clipe, o frontman Alexi Laiho discute a temática lírica do disco, que será lançado no dia 8 de março pela Nuclear Blast Records.

Alexi diz: “As letras, em geral, são sobre coisas diferentes, aqui e ali. Mas principalmente, elas vêm da vida real e de sentimentos reais. Geralmente, tudo de negativo que está acontecendo dentro da minha cabeça e que eu preciso liberar de alguma forma. Eu preciso desabafar todas as coisas negativas que estão acontecendo dentro da minha cabeça, e essa é a melhor e mais segura maneira de eu fazer isso. Eu canalizo meus sentimentos negativos através da música, e pelo menos, tento transformá-la em algo positivo”.

Sobre o novo álbum, Alexi comentou anteriormente: “As pessoas tem dito que esse álbum é mais cativante. Então comecei a pensar sobre isso; talvez a estrutura da música seja mais fácil de entender quando ouvimos. Mas há alguma coisa louca lá – algo quase progressivo ou pelo menos técnico. Há certas melodias em todo o álbum que poderiam ter vindo de canções de jazz, embora elas sejam completamente metal com a gente, é claro. [Risos]”

“Para mim, sempre foi muito difícil descrever nossa nova música”, comenta o baixista Henkka Seppälä (também conhecido como Henkka T. Blacksmith). “De certa forma, sempre me parece familiar, mas o material novo também sempre me surpreende. Aqui temos algo que é muito BODOM, mas que, de alguma forma, nós não fizemos esse tipo de coisa, possivelmente nunca antes. Então, novamente, alguém disse que há uma ‘vibe’ um pouco semelhante àquela que Follow The Reaper teve. Eu não sei. De qualquer forma, nós tivemos muita dificuldade em escolher as músicas para os vídeos. Eu acho que este é um problema positivo de ter”.

Hexed levou o CHILDREN OF BODOM de volta ao Danger Johnny Studios da Finlândia, onde a banda se reuniu com Mikko Karmila (I Worship Chaos, Halo Of Blood, Hatebreeder, Follow The Reaper e Hate Crew Deathroll) que gravou tudo exceto os teclados, e também produziu o álbum com a banda. Janne Wirman gravou os teclados no Beyond Abilities Studios. O álbum foi mixado e masterizado no Finnvox Studios em Helsinki, Finlândia.

Para este álbum, a banda recrutou Deins Forkas para criar a capa do álbum. Henkka comentou: “Por alguns anos eu quis experimentar uma abordagem diferente com a arte da capa. Estamos tão acostumados com a arte digital, então é muito difícil fazer outra coisa. Fazer isso completamente com um computador é um pouco seguro e conveniente demais. Esta vez todos nós concordamos em tentar voltar à velha escola. Encontramos este cara e demos para ele algumas instruções simples – a capa tem que ser roxa e o ceifeiro tem que ser central. Meio ano depois, nós recebemos o seu trabalho, e com pequenos ajustes, agora temos a capa de Hexed. É muito diferente do que estamos acostumados, até mesmo o Reaper parece diferente, mas ao mesmo tempo muito assustador”.

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse https://roadiecrew.com.br/roadie-shop

 

Recomendamos Para Você

Close