Live Evil

FOR TODAY

Inferno Club - São Paulo (SP), 06 de outubrode 2013

Esta não estava nem programada e pode ser considerada um verdadeiro presente para os fãs. O público esperava pela vinda do Stick ofyourguns, também emergente no cenário Metalcore americano, e com o adiamento, coube aos conterrâneos do For Today dar ao ar da graça por aqui. Os californianos tem uma pegada de som bem diferente, mais voltada pro Hardcore, e tiveram o show reprogramado para março de 2014. O SOYG comemora este ano 10 anos de estrada e viam para divulgar “Diamond”, o quarto e bem sucedido disco de estúdio lançado em 2012.

Já o For Today está em divulgação do sexto trabalho, o EP “Prevalier”, lançado em abril deste ano com releituras, acústicos e quatro faixas novas. Com a mudança, os fãs entusiastas e admiradores da vertente cristã do Metalcore ficaram eufóricos com a possibilidade de ver a banda, também bastante aguardada, por aqui em sua primeira tour latina e em show único em São Paulo. Privilégio também dos colombianos que recebeu a banda pela primeira vez, dias antes da apresentação no Brasil. Dos mais de 300 mil admiradores deles nas redes sociais, uma parte deles tem um FC local que se mobilizou para postar o máximo de infos antes e pós-show dos caras na capital paulista. Uns até consideraram ironia uma banda cristã tocar num clube com inferno no nome.

Com casa cheia e ingressos esgotados, o FT fez um show intenso, barulhento, pegado, mas com um set bastante curto e apenas nove músicas. A maior parte delas do disco “Breaker” de 2010, considerado um dos melhores deles até hoje. Com uma plateia barulhenta, abriram a apresentação com “Seraphim”, seguida de “Saul” e “UnderGod“ agitadas e cantadas em uníssono, surpreendendo positivamente a banda que não imaginava que tinha fãstão dedicados e apaixonados pelo som deles no Brasil.A banda preferiu usar o tempo para tocar o máximo de músicas e agitar com o público. O vocal Mattie Montgomery era um dos mais entusiasmados com a resposta da galera. E pedia por mais bate cabeça durantes os shows e circle pit antes de tocarem “White Flag“.

A última parte do show contou com mais faixas do “Breaker“, entre elas, “Armthemasses“. O ponto alto do show foi quando tocaram “Fearless“, o master hit do Immortal, disco de 2012, e quase botam a casa abaixo. “The Advocate“ fechou o show. Obviamente, não suficiente para um público que esperava por muito mais. Não em termos de performance, mas de tempo de apresentação. Se foi curto, a paixão foi recompensada pelas atitudes no palco e pós-evento. O vocal cantou com a bandeira do Brasil, uma das imagens símbolo dessa primeira passagem pelo país (replicada na fanpage do próprio e registrada pelo nosso fotógrafo Renan Facciolo em https://www.facebook.com/MattieMontgomery?hc_location=timeline) e depois agradeceu pelas redes sociais ao amor dos fieis fãs pelas musicas e pela ideologia da banda, além de recompensa-los com muitas fotos , autógrafos e interação nos camarins.

 

Recomendamos Para Você

Veja Também

Close
Close