ArtigosRoadie News

GAMMA RAY: Uma festa de (Re) lançamentos

Lá fora, a celebração dos 25 anos do Gamma Ray começou em 2015 e seguiu em 2016, mas os fãs brasileiros estão comemorando até agora: sete álbuns que marcam o período inicial da banda de Kai Hansen chegaram ao mercado nacional pela Shinigami Records. O pacote, que inclui os quatro primeiros trabalho de estúdio e três discos ao vivo, é uma festa de bônus – seis CDs são duplos – e informações – incluindo ‘liner notes’ e novo trabalho gráfico – para os admiradores do power metal melódico germânico.

Lançado originalmente em 1990, “Heading for Tomorrow” foi a estreia da banda, que contava com o vocalista Ralf Scheepers, o baixista Uwe Wessel e o baterista Mathias Burchardt – Tommy Newton (guitarra), Tammo Vollmers (bateria) e Dirk Schlächter (baixo), futuro integrante do grupo, fazem participações especiais. Além das três faixas do EP “Heaven Can Wait” (1990), esta ‘Anniversary Edition’ traz um CD extra com 12 músicas, entre demos e canções ao vivo.

Já com o batera Uli Kusch, que não muito depois entraria no Helloween, e Schlächter  na segunda guitarra, “Sigh No More” (1991) acompanha o anterior na qualidade e quantidade de material bônus, a destacar algumas demos com Hansen nos vocais. “Insanity and Genius” (1993) trouxe dois novos integrantes – Jan Rubach (baixo) e Thomas Nack (bateria) – e marcou a despedida de Scheepers. No segundo CD, oito itens de colecionador, e vale aquela audição com volume no talo de “Exciter”, cover do Judas Priest.

“Land of the Free” (1995) levou o Gamma Ray de volta ao formato de quarteto, uma vez que Hansen decidiu voltar aos seus primórdios no Helloween e assumir os vocais, definitivamente. Com dois convidados mais do que especiais – Hansi Kürsch (Blind Guardian) e Michael Kiske, novamente parceiro de Hansen no Helloween –, o álbum tornou-se um dos favoritos dos fãs. Com sete bônus, incluindo versões instrumentais gravadas ao vivo no estúdio, ficou ainda melhor.

Entre os lançamentos ao vivo, dois são bem especiais por se trataram da versão em áudio de VHS lançados na primeira metade da década de 90. A começar por “Heading for the East” (1990), com 11 faixas comandadas por Scheepers, Hansen, Schlächter, Wessel e Kusch. Único disco simples do pacote, “Lust for Live” (1994), com a cozinha formada por Rubach e Nack, é o complemento ideal para o anterior. Entrada e prato principal antes daquela sobremesa que o fã já conhece, mas sempre repete: “Alive ‘95” (1996), que não esqueceu do CD extra com cinco músicas gravadas em 1993, ainda com Scheepers nos vocais. Sete álbuns que trazem a história do power metal melódico contada por um de seus fundadores: Kai Hansen.

Para adquirir os lançamentos do Gamma Ray acesse https://www.lojashinigamirecords.com.br/

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse https://roadiecrew.com.br/roadie-shop

Recomendamos Para Você

Close