Releases CDs & DVDs

INFECTED SPHERE – Abyss Ov Flesh [9,0/10]

Rapture Records/Mutilation Records - Nac.

Definitivamente insano! Este é o primeiro álbum desta banda gaúcha que demonstrou aqui muita habilidade em um trabalho maravilhoso. A brutalidade aqui é palavra de ordem, esses caras não pegaram leve um só minuto e fizeram de Abyss Ov Flesh um tributo ao o que há de mais perverso no Death Metal.

São músicos que impressionam pelas técnicas apresentadas, a cada música desse CD ficamos de cabelo em pé, muito espantados pelos riffs muito bem construídos e e uma violência absurda nas suas execuções.

O material gráfico deste primeiro álbum ficou muito bem feita, uma capa agressiva e que já passa a mensagem do que vamos encontrar em seu conteúdo. Conteúdo esse que não desaponta um só segundo, Death Metal feito com ódio, garra e muita determinação.

Notei em sua música que há muita influência de bandas como Suffocation, as linhas de vocais nos remetem muito ao Human Waste. Quem conhece esse grande EP, já deve fazer uma ideia do que digo aqui.

O guitarrista Luis C. Tomasini no comando das guitarras desta banda mostrou ser um instrumentista de muito respeito, pois para tocar as músicas deste CD tem que ter muita habilidade e muito intimidade com o instrumento.

E eles conseguiram equilibrar tudo na dose certa, não é um álbum técnico demais o que poderia se tornar chato ao ouvir e aqui além de técnicas a banda exibe uma musicalidade soberba. Death Metal feito por quem conhece o estilo.

Este é um trabalho impiedoso, um CD que inicia com guitarras caóticas trazendo a intro Putrid Chant  e que anuncia a pesada e muito bem construída Bizarre Mutilation com seus riffs rápidos e também cadenciados, abre o CD na pura e extrema violência.

Surgical Putrefaction  é o que podemos classificar de um pesadelo para aqueles que não estão acostumados com composições como esta, é absurdo e devastador. E o clima desta música é destruidora, os vocais guturais vomitados se encaixam perfeitamente com a sonoridade obscura e vale ressaltar os solos impressionantes que não parecem ter sido executados por um ser humano.

E destaco aqui também as ótimas faixas Saw That Cut Your Decomposing Cadaver, a instrumental Into The Grave e a música que nomeia este álbum, Abyss Ov Flesh, são composições que apresentam uma banda muito madura apesar deste ser seu primeiro CD, esses músicos mostraram aqui muita versatilidade em suas músicas sempre executadas com muita intensidade.

Uma grata revelação e que com certeza marcará seu nome na história de nosso underground.

Recomendamos Para Você

Close