Live Evil

MADDÖG / VINTERSKÖGEN / ENDLESS BRUTALITY

AACR - Russas/CE, 20 de setembro de 2015

Mais uma vez atendemos ao pedido da União Headbangers Produções e nos fizemos presentes a mais um evento Underground da cidade de Russas a 165 km da capital cearense, Fortaleza. Com crescente destaque no cenário local, o município integra uma microrregião de onde saíram nomes que já visitaram as páginas da nossa versão impressa como Paradoxo (Crossover) e Soul In Agony (Thrash/Death Metal).  Neste evento, fizeram a festa três nomes de fora do estado que foram recebidos com aplausos pelos presentes.

Com a estrutura de palco armada em local espaçoso, o duo Vinterskögen, que conta com Feliphe “Desintegration” (vocal e guitarra) e D. “Hipérion” (bateria), iniciou a programação do festival mostrando o seu Black Metal com uma interessante formação sem baixista. A dupla de Assu (RN) começou suas atividades neste ano de 2015 e já conta com a demo ‘Where Sunlight Doesn’t Reach’ gravada em abril. Apesar da cozinha incompleta a pancadaria se mostrou viva em execuções mais aceleradas –, as palhetadas dos riffs e o vocal rasgado “compensavam” a carência de algumas bases que deveriam acompanhar a bateria, mas em momentos cadenciados ou na hora dos solos, a falta de um terceiro membro com um baixo talvez tivesse sido sentida por alguns que acompanhavam o show.

Muito contraste ao som do Vinterskögen pôde ser notado à primeira música tocada pelo Endless Brutallity, também de Assu. O Power Trio ‘thrasher’ conserva Feliphe Desintegration como guitarrista e vocalista, mas é acompanhado por Júnior “Possessed” Fernandes na bateria e Detim “Crusher” no baixo e vocal de apoio. O público pequeno para o tamanho do local se deslocou mais à frente e se empolgou com as composições da demo ‘Tormented Mind’ de 2014 (que já estampou a seção Garage Demos da nossa revista) e do EP ‘Thermonuclear Devastation’ (2015) que também já foi repassado à esta colaboração pela Storm Blast Produções do Rio Grande do Norte. O destaque desse ‘set’ sem dúvida foi da performance do baixista que se tornou ‘frontman’ em ‘Materialistic Parasites’, música do primeiro trabalho. Detim soube tanto harmonizar os riffs da guitarra de Feliphe com os compassos da bateria de Júnior, como também mostrou excelente vocação ao microfone. Quem já viu a performance ao vivo dessa banda, não perdeu sua viagem.

O Maddög de São Paulo (SP) iniciou sua turnê pelo Nordeste em Salvador (BA) no dia 11de setembro. Um dia antes de chegar Russas a “Hellhound’s On The Road Tour 2015” esteve em Fortaleza onde fez bonito por lá. Por motivos pessoais o baixista oficial Rafa Silveira não pôde excursionar com a banda pelo Nordeste, cabendo a alguns amigos locais a tarefa de suprir a lacuna nessa parte da turnê. No Ceará, o baixista Kaio Castelo (Dark Syde) acompanhou os paulistanos em suas apresentações. O “Black’n’Roll” do trio deu continuidade à animação e a “animosidade” de quem se aventurava nas rodas que se formavam. Não demorou muito até sabermos o porquê de o baterista Jean Michael “Praelli” Silva (ex-Fire Strike) ter sido chamado para participar da votação que elegeu os “Pesos Pesados da Bateria”, que originou a edição comemorativa da ROADIE CREW (ED# 200). Praelli se destaca tanto tecnicamente como em sua postura de palco. Um músico de qualidade integral.  Erik “MadDog” Fonseca (guitarra/vocal) também comandava o evento com bastante intimidade e vários discursos sobre a cena. Músicas do EP ‘Possessed By Fuel’ (2014) estiveram no ‘set list’ que fez todo mundo elogiar o bom trabalho de entretenimento e resistência Underground.

Russas já cumpriu várias promessas de espetáculo. Pena que dessa vez esse foi visto por um número bem menor de pessoas, porém isso não refletiu no papel digno de cada banda apresentada. Pudemos perceber que a cidade está evoluindo em seu cenário metálico com gente como a União Headbangers acreditando em seu cenário. Longa vida aos amantes do Heavy Metal e aos que fazem acontecer com coragem na cara e amor no coração!

 

Recomendamos Para Você

Close