ArtigosRoadie News

MAESTRICK lança o conceitual “ESPRESSO DELLA VITA: SOLARE”

Em um coquetel fechado para a imprensa, realizado no último dia 28 de junho, na loja Central Panelaço – de propriedade de João Gordo (Ratos de Porão) -, o grupo paulista Maestrick realizou o lançamento de seu novo álbum. Em um clima descontraído e amistoso, os simpáticos integrantes Fábio Caldeira (vocal e piano), Renato “Montanha” Somera (baixo e vocal), Heitor Matos (bateria e percussão) e o novo tecladista Neemias Teixeira (que já foi vencedor de um concurso promovido por Jordan Rudess do Dream Theater) receberam os profissionais para apresentar “Espresso Della Vita: Solare”. O novo ‘full lenght’ sucede ao debut “Unpuzzle!” (2011) e aos EPs “H.U.C.” (2010) e “Trick Side of Some Songs”, que inclui covers para clássicos dos Beatles, Yes, Pink Floyd, Queen, Rainbow e Jethro Tull – todos estes materiais foram bem aceitos pela crítica nacional e internacional. Nesse segundo álbum, o Maestrick contou com a produção do renomado Adair Daufembach (Project46, John Wayne, Hangar), que se encarregou também de gravar todas as guitarras.

Fábio Caldeira e Renato ‘Montanha’ Somera

“Espresso Della Vita: Solare” é a primeira parte de uma empreitada artística bastante ousada, que será complementada pelo subsequente e já anunciado álbum “Espresso Della Vita: Lunare”. “Conforme (Liév) Tolstói (escritor russo) falava: ‘pra você ser universal, você tem que pintar o seu quintal’. Então, com esse disco tentamos “pintar o nosso quintal”, com coisas que são reais pra gente, com pessoas reais”, disse Caldeira sobre à intenção da banda em lançar esses álbuns. O conceito, bastante instigante e complexo, diga-se, fala da experiência da vida humana por meio de metáfora baseada em uma viagem de trem que dura um dia inteiro, a qual só é possível saber o horário e o local de embarque. Dali até o desembarque tudo é uma incógnita, em que não é sabido nem ao menos o tempo de duração dessa jornada sem destino. “O “… Solare” fala das doze primeiras horas do dia, depois iremos gravar o “…Lunare”, que falará das doze horas da noite”, explicou o vocalista. “Dentro dessas doze horas, nós dividimos cada disco em três movimentos, pois a vida não se faz só de momentos bons. Fizemos, então, uma referência sutil à “Divina Comédia” (obra escrita pelo italiano Dante Alighieri no século XIV), em que as quatro primeiras músicas são temas felizes como a infância e representam o Paraíso, as quatro do meio o Purgatório e as quatro últimas o Inferno. Já o disco “… Lunare” vai começar pelo Inferno, passa pelo Purgatório e suas quatro últimas músicas falarão do Paraíso, formando um relógio de 24 horas”, complementou.

Maestrick e a artista plástica Juh Leidl

Musicalmente, “Espresso Della Vita: Solare” se mostra um álbum bastante rico em detalhes e arranjos, com direito a orquestrações, corais, uso de instrumentos dos mais variados, letras cantadas em inglês, em português e até em espanhol, referências da música regional brasileira, além da participação de diversos convidados. “Quisemos trabalhar o máximo possível em cima dos detalhes. Minha avó (Rosecler Aparecida Neves Caldeira) canta em uma música do disco (“Penitência”), meu avô (Eduardo Caldeira) fez uma narração em uma música (“Hijos de la Tierra”), tivemos músicos da América Latina… Todas as pessoas que participaram têm contato com a gente. A Cinthia Santibañes, que é uma cantora chilena, cantou comigo em uma das músicas (“Hijos de la Tierra”), tivemos flautista, percussionista erudito, um coro de mais de trinta vozes, uma orquestra de cordas, várias pessoas que tocaram ukulele, banjo, dobro, viola caipira, berrante, percussão afro-brasileira e latina…”, detalhou o frontman. E tão merecedora de elogios quanto a musicalidade de “Espresso Della Vita: Solare” é a sua condizente arte gráfica, um trabalho muito bonito, sublime e sofisticado, assinado pela artista Juh Leidl, que estava presente no evento e que tem em seu currículo exposições realizadas em galerias dos Estados Unidos e da Itália.

Dias após o coquetel de lançamento do álbum, Fábio Caldeira atendeu a ROADIE CREW para falarmos mais a respeito da temática que envolve os dois projetos conceituais, “Espresso Della Vita: Solare” e “Espresso Della Vita: Lunare”. O músico confirmou o que captamos do conceito, o qual, em nossa interpretação, abre margem à uma mensagem de reflexão ao ouvinte, sobre o fato de a vida ser curta e termos de aproveitar o máximo possível as ocasiões e as surpresas que ela nos reserva, incluindo os obstáculos que surgem em nosso destino: “Sem dúvida! É um dos motivos de termos dado tanta atenção a cada detalhe de cada música. Precisamos valorizar cada momento que vivemos, estando presentes e respeitando sempre todas as pessoas de todos os vagões. Como a própria “I Am Living” fala na letra: “Tem um senhor que acredita em milagres / sentado do lado de um outro sem crença alguma…”. Nós precisamos conviver com as diferenças e respeitá-las, porque não sabemos o que será de nós.”, concluiu o vocalista.

Com “Espresso Della Vita: Solare”, o nome do Maestrick, que desponta como uma das gratas surpresas do heavy/prog nacional, começa a ganhar maior projeção no exterior. O álbum, que já está disponível em formato físico (digipack) e nas plataformas digitais, vem sendo bem avaliado por veículos internacionais, como aconteceu, por exemplo, na lendária revista japonesa Burnn!, que lhe deu nota expressiva (86/100). Poucos dias antes de ter sido lançado no Brasil, o novo álbum do Maestrick chegou ao mercado asiático através da major Marquee/Avalon, a maior do ramo no Japão, e com a qual o grupo de São José do Rio Preto assinou contrato de cinco anos. Esses bons fluídos serão importantes para a banda, que após dois shows oficiais de lançamento, um elétrico e outro acústico, que serão divulgados em breve, embarcará em outubro para uma turnê europeia de divulgação de “Espresso Della Vita: Solare”, sendo duas datas na Rússia e outras dez em diferentes países do Velho Continente. Para estes shows, Fábio Caldeira contou à ROADIE CREW como o Maestrick fará em relação à guitarra, já que ainda não anunciou um integrante fixo para a função: “Os shows que fizermos até o final do ano serão com um guitarrista convidado, que já está ensaiando conosco. Preferimos que seja assim, sem pressa dessa vez, porque um anúncio é algo muito sério e que envolve muitas coisas”, concluiu.

“Espresso Della Vita: Solare” nas principais plataformas digitais:

Spotify: https://spoti.fi/2KQ9hXw
Deezer: https://bit.ly/2lV1v3R

iTunes: https://apple.co/2IYTZOv

Google Play: http://bit.ly/2tTCyub
Amazon: https://amzn.to/2z9UBBg

A versão física em digipack está à venda na Die Hard Records: http://bit.ly/2MTr2pR

 

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse https://roadiecrew.com.br/roadie-shop

Recomendamos Para Você

Close