Releases CDs & DVDs

SCARLET PEACE – Tempus Fugit [9,0/10]

Nuktemeron Productions, Black Order Productions, The Metalvox Recs & Distro, Eclipsys Lunarys, The Voice Of Steel, Odicelaf - Nac.

Depois de 14 anos do lançamento de seu debut o Scarlet Peace vem com seu novo álbum Tempus Fugit e nos apresenta a banda muito mais amadurecida e mesmo se mantendo fiel ao doom metal, mostrou uma evolução surpreendente.

Este trabalho nos traz composições soberbas em climas que vão da obscuridade a mais misantrópica melancolia, em uma execução impecável de suas músicas que nos conquista deste os primeiros riffs.

Doom metal muito bem feito que nos leva em uma viajem muito interessante em seu conteúdo lírico e por todas as passagens que vão de atmosferas muito mórbidas à riffs puramente influenciados pelos mestres do Black Sabbath.

E ouvindo mais atentamente percebemos que a banda conseguiu unir os climas mais sombrios com partes mais energéticas assim tornando esse trabalho ainda mais interessante, pois tiveram o cuidado para não tornar este CD maçante e cansativo.

A participação do James Freitas com seus maravilhosos teclados foi de extremo bom gosto e deu aquele toque especial que as músicas realmente precisavam, notamos perfeitamente que esse tecladista conseguiu capitar de forma magistral todo clima que a banda passa em suas ótimas músicas.

Os músicos desta banda com certeza devem respirar e transpirar doom metal todo o tempo, sentimos ouvindo este álbum muita paixão que obviamente nos transmite muita emoção a cada faixa que se sucede. É difícil sentir tal sensação e este álbum conseguiu passar esse sentimento de forma primorosa.

Este definitivamente é um trabalho onde destacaria exatamente todas as músicas, todas elas são tão boas e estão em uma ordem que se completam tão perfeitamente que nos deixa em uma situação muito difícil de escolher determinadas músicas, com guitarras executadas com muita competência e precisão, bateria com uma qualidade excelente e muito bem encaixada, o baixo que está audível e que também se destaca pelas ótimas incursões de seus fraseados e que algumas vezes faz belíssimos duetos com as guitarras.

A parte vocal é uma das coisas mais belas deste material, entre seus rasgados e guturais há uma harmonia maravilhosa com os vocais limpos e todo instrumental, todos os detalhes deste trabalho foram sabiamente pensados para ser um grande álbum, e digo, acertaram em cheio.

Percebemos muito cuidado neste CD também em sua apresentação gráfica, uma capa que nos chama atenção e também que se encaixa em todo contexto musical/lírico do Scarlet Peace apresentado aqui, a capa foi assinado pelo renomado artista plástico Paulo Frade que também é professor de artes visuais, ele definitivamente absorveu a mensagem da banda e transmitiu de uma forma incrível nesta capa.

E ainda falando da capa, é uma belíssima pintura onde retrata a passagem entre a vida e a morte com o barqueiro conduzindo uma alma recém-morta através do rio Styx para o mundo dos mortos. Já que a temática que compõe este álbum é a vida e a morte em um estado de coma, lembranças de vida, angustia, decepção, ganância, sofrimento e dor, além de sonhos e pesadelos terríveis.

E falando das músicas aqui presentes sob a temática apresentada acima podemos destacar entre todas ótimas faixas a Tempus que começa um coral e vocal rasgado perfeitamente unidos que traz um clima triste e ainda sim muito belo. Com sua letra em português em veia poética muito bem escrita. Um ótimo início.

Entre a Razão e a Fé é uma composição onde a banda questiona a fé e afirma que a razão destrói qualquer forma de crença sem causas verdadeiras, …como uma droga ingerida eliminando, assim, a dor da vida… Todo esse forte conteúdo lírico sob uma execução instrumental angustiante e muito viajante. Uma interpretação vocal que nos traz de fato muita dor.

Remembrances Of Pain inicia com de forma energética com belas dobradas de bumbos e riffs rápidos que logo o clima sombrio e lento devolve à música aquele clima soturno do estilo. Destaco aqui o talento de seu baixista que nesta faixa dá uma aula com seus fraseados que se destacam e abrilhantam muito esta composição.

So Silent começa com teclados maravilhosos que se misturam com riffs de guitarras muito cativantes e que nos faz balançar nossas cabeças mesmo que inconscientemente, é uma música belíssima com melodias intensas e muito sentimentais. O riffs destas guitarras são lindos e que conquista a atenção de qualquer um que ouvir.

Quis trazer para vocês um pouco deste ótimo álbum, e reforço que foi difícil decidir quais faixas destacar, todas as músicas deste trabalho são magnificas e muito envolventes que nos arrebata por completo. Um álbum que apesar de seus setenta minutos ao final nos deixa com mais vontade de ouvir mais e mais.

Este trabalho precioso feito pelo Scarlet Peace mostra que o doom metal está muito bem representado no país pela competência, determinação e paixão pelo estilo. 2018 foi de fato um ano em que o doom retomou seu lugar com maravilhosos lançamentos a exemplo deste que lhes apresentei agora.

Recomendamos Para Você

Veja Também

Close
Close