Live Evil

SUICIDAL TENDENCIES

Clash Club - São Paulo/SP, 29 de agosto de 2013

Após o “estrago” que Suicidal Tendencies havia feito em sua passagem pela “Virada Cultural” em maio do ano passado e que rendeu até cenas para o mais recente clipe do grupo norte-americano, a expectativa para rever Mike Muir & Cia. era grande. Em uma quinta-feira de muito trânsito na capital paulista, algo absolutamente normal para quem vive na cidade, o SxTx se apresentou na Clash Club para promover seu novo álbum, “13”. A casa abriu no horário previsto, às 20h, mas àquela altura ainda não havia muitas pessoas pelos arredores Clash Club. Porém, conforme o relógio foi se aproximando das 21h, o público começou a chegar em peso e por volta das 22h o local já estava tomado pelos ‘cyco maniacs’.

Meia hora depois, os PA’s da casa começaram a tocar a introdução de “You Can’t Bring Me Down” e os membros do SxTx começam a subir no palco. A banda já não conta mais com o guitarrista Mike Clarke e o baixista Stephen “Thundercat” Brunner, que gravaram o álbum que estava sendo lançado, e então para essa turnê Mike Muir escalou Nico Santora (guitarra) e Tim “Rawbiz” Williams (baixo). Enquanto a banda entrava no palco, à exceção de Mike Muir até então, uma imensa roda se abriu no meio da pista. Eis então que “Cyco” Mike surgiu no fundo do palco e, de lá mesmo, disse: “São Paulo, eu tenho uma pergunta para vocês? Que porra que está acontecendo aqui?”… Bastou isso para que todos perdessem o controle e uma movimentação absurdamente insana começasse na pista. Cyco Mike veio para frente do palco, cantando, correndo e balançando as mãos desenfreadamente, como é característico de sua figura. O resto da banda pulava, corria, tocava e cantava com os presentes os refrão de “You Can’t Bring Me Down”. O show do Suicidal havia começado da melhor forma possível!

Em seguida, Cyco Mike anunciou a primeira música de “13” que seria tocada na noite e a escolhida foi a segunda do repertório do álbum, “Smash It”. Se você é daqueles que pensa que o público não gosta de ouvir música nova em show e somente os clássicos, com certeza precisa ir a uma apresentação do SxTx, pois o público cantou e agitou cada vez mais durante a execução dessa excelente faixa. Ao final dessa, Nico dirigiu-se ao microfone e disse: “São Paulo, agora é a hora de vocês ficarem malucos: War Inside My Head!”. Note que o SxTx tinha tocado apenas duas músicas, mas já tinha o público na mão. Assim, este clássico de “Join the Army” (1987) foi cantado inteiramente pelos fãs e Muir foi poucas vezes ao seu microfone.

O set seguiu nessa toada com “Subliminal”, “Slam City” e “Who’s Afraid”. Ao final dessa última, Muir interagiu com os presentes, perguntando: “Quantos de vocês foram aos nossos shows em São Paulo no ano passado?”. O público rapidamente respondeu com berros e então Muir completou: “Durante esse show, gravamos um clipe para uma das músicas de ’13’. E, em respeito a vocês que estiveram naqueles shows, nós nunca a executamos ao vivo, pois sabíamos que o dia de hoje seria a ocasião perfeita para isso.” Assim, o show seguiu com “Cyco Style”, na qual a plateia deu o seu show a parte. Além do ‘mosh pit’ ter ficado mais insano, o ‘surfin’ crowd’ (quando uma pessoa é levantada pela platéia) acontecia a todo o tempo, às vezes com cerca de dez pessoas sendo levantadas na frente do palco.

Então foi a vez do baixista Tim “Rawbiz” Williams ir à frente do palco e perguntar para a plateia: “Quantos de vocês são skatistas? A próxima música é para vocês!”… Claro, “Possessed To Skate” foi a música que continuou levando insanidade ao público. Então veio uma sequência matadora, com “Cyco Vision”, “Freedumb”, “I Saw Your Mommy” e “How Will I Laugh Tomorrow”. Durante a execução de “Pledge Your Allegiance”, que contou com um coro fantástico dos fãs – o melhor da noite –, a grade que estava na frente do palco para separar o público dos seguranças e da banda desabou. O fato animou ainda mais Cyco Mike, que seguiu cantando com um sorriso no rosto. Ao final desta, a banda respeitosamente agradeceu o público e deixou o palco, encerrando o show de lançamento do álbum “13” com… Treze músicas!

Durante toda a apresentação os fãs foram filmados pois, como eles haviam avisado nas redes sociais, as imagens irão entrar no novo clipe da banda. Claro, isto fez com que muitos dos presentes se empolgassem mais ainda. Entre os músicos, destaque para o guitarrista Nico que, depois de Muir, foi o que mais agitou durante o show. Logo após a apresentação, conversando com um amigo, ele me disse algo que define bem toda a situação: “Todos são ’13’, mas o Suicidal Tendencies é mais”. Realmente…

Set List:
You Can’t Bring Me Down
Smash It!
War Inside My Head
Subliminal
Slam City
Who’s Afraid?
Cyco Style
Possessed to Skate
Cyco Vision
Freedumb
I Saw Your Mommy
How Will I Laugh Tomorrow
Pledge Your Allegiance

Recomendamos Para Você

Close