Roadie News

Tom Araya (SLAYER) irrita parte dos fãs com texto que compara “conservadores” e “liberais”

O vocalista do SLAYER, Tom Araya, irritou alguns de seus fãs compartilhando um texto que comparava as ações dos liberais de forma desfavorável com as dos conservadores em vários assuntos.

O músico de 57 anos, que nasceu no Chile, postou na sua conta no Instagram uma lista destinada a ilustrar a diferença entre “conservadores” e “liberais”. A mensagem começa com: “Se você já se perguntou de que lado do muro você está, esse é um ótimo teste!” e inclui cerca de uma dúzia de máximas, como: “Se um conservador não gosta de armas, ele não compra uma. Se um liberal não gosta de armas, ele quer que todas as armas sejam proibidas”. E, “Se um conservador decide que precisa de um plano de saúde, ele adquire um, ou escolhe um emprego que o forneça. Um liberal exige que o resto de nós pague pelo dele”.

Quando Tom compartilhou a lista, ele incluiu a nota: “Com toda a maluquice que está acontecendo, eu tenho que perguntar (…) Comentários e opiniões bem-vindos.” Isso levou vários fãs a responder que o “teste” obviamente não define com precisão valores ou soluções conservadoras ou liberais, nem se aprofunda nas vastas complexidades das questões políticas, econômicas e sociológicas de hoje.

Entre aqueles que participaram da conversa estava o vocalista do SACRED REICH, Phil Rind, que escreveu: “Eu não poderia discordar mais, mas sempre amarei o SLAYER!” Enquanto isso, o colega de Araya, Gary Holt, apareceu na discussão, escrevendo: “É muito ruim que os estados vermelhos consigam mais ajuda do que ninguém e a indústria de carne e laticínios esteja lutando contra o uso da palavra “leite”, como o leite de soja, como se alguém com um cérebro pudesse confundir os dois… Sem mencionar que qualquer comentário crítico sobre nosso atual presidente é recebido com fúria, não com risos”. Holt acrescentou: “Eu sei que muitos conservadores que trabalham na Waffle House ou na Denny’s gostariam de saber onde está assistência médica oferecida aos funcionários, ou como eles podem pagar por ela trabalhando no Walmart, vendendo produtos patrióticos feitos no exterior!”

Para aqueles que tomaram a postagem de Araya muito à sério, vale lembrar a experiência ocorrida em 2017, época em que uma foto manipulada em Photoshop apareceu no Instagram da banda. Na época, a postagem também causou fúria, que foi logo tratada com ironia e diversão pelo vocalista: “Eu não votei em Trump e não votei em Hillary [Clinton]. Essas duas pessoas são as mais distantes … que eu jamais votaria. Fiquei surpreso com a resposta e como as pessoas reagiram. Mas foi tudo divertido. Foi tudo para fazer as pessoas rirem, porque eu achei engraçado. E também para irritar algumas pessoas. Eu só não percebi que eu ia irritar tantos fãs do SLAYER [risos]”.

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse https://roadiecrew.com.br/roadie-shop

Recomendamos Para Você

Close